Produzir Vídeo

O guia para produzir vídeo é um resumo do nosso E-Book Produção de Vídeo que você encontra para download na nossa sessão de materiais.

Em primeiro lugar este guia é a base de nosso conhecimento em produção de vídeo. Queremos compartilhar com profissionais de marketing, profissionais de vídeo e empresários que buscam entender melhor os processos e etapas da produção de vídeo.

Se você pretende produzir vídeo para conteúdo de marketing, vídeos para redes sociais, vídeo para site, vídeo institucional, vídeo animação ou qualquer outro formato ou utilização de vídeo, recomendamos que você leia esse conteúdo.

Você vai encontrar os principais passos para produzir vídeo:

  • Primeiros passos para produzir vídeo
  • Briefing
  • Formatos
  • Referências
  • Roteiro
  • Pré-Produção
  • Produção
  • Montagem
  • Finalização

O Valor agregado do vídeo é muito maior do que podemos perceber no primeiro momento, por isso esse guia é tão valioso.

Produzir vídeo, os primeiros passos

Você sabe qual o objetivo do seu vídeo e qual o problema ele vai resolver?

– Apresentar sua empresa

-Explicar seu negócio

-Gerar engajamento

-Facilitar o suporte a seus clientes

-Treinar seus colaboradores

-Aumentar suas vendas

Ao produzir vídeo para a sua empresa, você está valorizando a sua marca. Consequentemente você está atraindo novos clientes e fortalecendo o posicionamento da sua empresa no mercado.

É uma excelente ferramenta para se diferenciar dos seus concorrentes. Pense na produção de vídeo como um investimento e você vai ver a grande transformação que sua empresa vai ter.

Briefing

Ao iniciar o briefing é extremamente importante você saber o objetivo que seu vídeo vai ter. Bem como onde ele será utilizado, por isso pense em todas as formas como o vídeo poderia ajudar a sua empresa.

O briefing é a etapa mais importante antes de se iniciar a produção de vídeo e por isso você deve estar atento a todos os detalhes. Tanto a sua equipe, quanto os profissionais de vídeo vão utilizar esse documento para suprir eventuais dúvidas futuras.

Mas além disso, o briefing serve para alinhar todas as informações de forma clara e direta para evitar qualquer problema.

Uma questão a ser respondida é, você sabe o que seus concorrentes estão produzindo?

Uma excelente forma de saber se um determinado formato ou abordagem funciona é olhar o que o mercado está produzindo.

Mas preste bastante atenção, não estamos falando de copiar conteúdo. Mas sim entender se determinado formato de vídeo funciona ou não para o seu nicho.

Além disso, podemos entender o porquê determinado formato não funcionou, tomando como experiência a reação do público e buscando nos diferenciar de forma positiva.

Formatos

Existem diversos formatos de vídeo, muitos até mesmo que são parecidos à primeira vista. Porém a sua utilização os diferencia de forma bem sútil.

Temos formatos como vídeo institucional, vídeo marketing, vídeo produto, vídeo apresentação, vídeo explicativo, vídeo aula, vídeo treinamento, transmissões ao vivo pela internet, vídeo evento.

Além desses formatos, temos sempre duas formas de produção dos vídeos, que é o Live Action e o Motion Graphics.

O Live Action é simplesmente a imagem capturada através de uma câmera com pessoas reais, que podem ser produzidos em locações reais ou em locações cenográficas como em um estúdio.

O Motion Graphics pode ser separado em outras duas formas, a animação 2D e a animação 3D, que são formas bastante utilizadas principalmente para propagandas e vídeos para internet.

É claro que existe a possibilidade de unir o Live Action com o Motion Graphics gerando assim uma incrível produção para a sua empresa;

Referências

Como comentado na parte do Briefing, a busca por referências vai passar pela pesquisa de seus concorrentes. Mas nunca se limitando apenas a eles, devemos buscar formatos de vídeo que achamos ser o mais próximo do que será produzido.

Esse é uma etapa que leva tempo e deve sempre ser feita, pois sem referências é como seguir um caminho às cegas.

Encontrar as referências certas para o seu projeto, pode levar algumas horas ou até dias e por isso você deve estar atento.

Se você tem um parceiro para produzir seus vídeos é interessante que ele te apresente essas referências para que seja possível alinhar as expectativas a realidade da sua produção.

Roteiro

O roteiro é de certa forma a base do seu vídeo, para ter um bom roteiro não basta apenas criatividade.

Ter executado todas as etapas anteriores é crucial para que o roteirista entenda a real necessidade do vídeo e o objetivo a ser alcançado.

Existem diversas técnicas para escrever um roteiro de qualidade, mas ele não vai fazer milagre se alguma etapa anterior foi mal feita.

Alguns profissionais de marketing dominam técnicas de escrita de roteiros, como o storytelling e podem ser de grande ajuda.

Grandes ideias podem salvar um projeto que não foi bem planejado, mas é como contar com a sorte, ou até pior, jogar a responsabilidade em cima de um único profissional.

Nós temos no nosso site um modelo de roteiro simples para você mesmo produzir seu roteiro, ou pelo menos um esboço do que espera que seja produzido.

Pré-Produção

A pré-produção é uma etapa que faz parte de qualquer produção de vídeo. Porém muitas vezes ou quase sempre ela passa despercebida pelas empresas.

Isso acontece pelo fato de que quando uma produtora ou profissional vai montar uma proposta ele passa automaticamente por essa etapa.

Dentro da pré-produção é quando identificamos todas as necessidades do projeto.

Sendo assim, é na pré-produção que determinamos todos os profissionais necessários para a produção do vídeo. Também é quando definimos os prazos, equipamentos e locações, além de toda a logística de locomoção até a finalização do projeto.

Produção

Agora que temos o Briefing, Formato, Referências, Roteiro e a Pré-produção prontos. É hora de iniciar a produção do seu vídeo.

Essa é uma etapa decisiva para o seu vídeo, mesmo estando atento a todas as etapas anteriores. Talvez seja nessa etapa que aconteçam os maiores problemas.

Contar com profissionais qualificados para as reais necessidades do projeto é crucial para a perfeita execução.  consequentemente para atingir o resultado esperado.

São grandes os casos de projetos que ignoram as etapas anteriores. E ao chegarem a produção enfrentam problemas que nem imaginavam, prejudicando substancialmente o resultado final.

Montagem

A montagem é uma etapa mais tranquila. Apesar de sofrer com todos os problemas que as etapas anteriores possam não ter resolvido ou se atentado.

É comum os profissionais da área dizerem “depois arruma na edição”.

Existem sim situações que somente a edição vai poder ajudar. Mas se existe alguma falha na logística de produção, provavelmente seu vídeo não vai ser entregue como deveria.

A edição apesar de fazer coisas incríveis, não faz mágica. Não vai resolver problemas como a iluminação ou um áudio mal captado.

Portanto se seu parceiro de vídeo te pedir um tempo maior para editar o seu material. Busque entender o porquê e principalmente respeitar esse prazo, pois o tempo é crucial para a edição.

Finalização

Após a edição final ainda vem outros ajustes, é o que chamamos de finalização. Inclusão de efeitos visuais, correção de cores, tratamento de áudio, trilha sonora, locução.

Esses ajustes de finalização vai variar para cada projeto. Alguns podem precisar de mais tempo e outros podem ser mais rápidos.

Assim como a etapa de montagem é importante respeitar esse prazo. Para finalizar o vídeo o profissional vai se atentar aos mínimos detalhes. E são detalhes que você provavelmente não perceba. Mas caso não sejam feitos você vai achar seu vídeo completamente mal feito.

Seu vídeo

Analise a proposta com o briefing e o roteiro para ver se os objetivos foram alcançados. Com seu vídeo pronto agora é hora de subir ele no seu site, Facebook, Youtube ou mandar para seus clientes.

Você pode encontrar todos os materiais mencionados nesse post em nosso site. Você pode acessar-los na sessão de materiais, ou simplesmente clicando no banner abaixo.